INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão de risco, gestão de crise, gerenciamento de crises, crise nas redes sociais e cases de crises, no quais podemos aprender muito

| Por:

Compliance: conheça o perfil deste profissional

Nos últimos anos o Brasil tem sofrido diversos escândalos de corrupção, foi a gota d’água que faltava para que entrasse em vigor a Lei 12.846/13, também chamada de Lei Anticorrupção ou Lei Empresa Limpa. Por isso, há um movimento crescente no mundo corporativo que busca adotar métodos de gestão mais éticos, o que cria uma demanda na área de compliance.

Muitas pessoas acreditam que apenas advogados ou profissionais da área do direito podem exercer a função de compliance, mas isso é mito. Profissionais de quaisquer áreas podem ser compliance, desde que tenham algumas características e habilidades específicas.

O que é compliance:

Compliance é o departamento responsável por difundir a cultura da empresa de cumprimentos de leis, normas internas e externas e regulamentos. É uma área bastante forte nos Estados Unidos e Europa, porém vem crescendo e amadurecendo consideravelmente no Brasil na última década.

O profissional de compliance

Apesar desta área estar em crescente expansão ainda há uma carência de profissionais qualificados no mercado. Como já foi dito, não preciso ser formado em direito, mas listamos abaixo algumas habilidades indispensáveis para um profissional de compliance de sucesso.

Comunicação

Este profissional precisa lidar com todos os tipos de pessoas, conduzir treinamentos e comunicar as diretrizes de compliance. É necessário saber se comunicar de forma clara e objetiva para passar a sua mensagem e ser compreendido nas mais variadas situações.  

Persuasão

Neste trabalho muitas vezes é necessário convencer outras pessoas da equipe ou parceiros a fazer o trabalho de uma forma diferente da de costume. Não é uma tarefa simples, principalmente quando se trata de hábitos antigos. Portanto, ser persuasivo é fundamental.

Diplomacia

O profissional de compliance precisa se comunicar e transmitir sua mensagem com todos da empresa, do presidente ao estagiário. Claro, que naturalmente encontrará algumas resistências e por isso é importante ter o dom da escuta e o poder de argumentação, sem passar uma imagem de arrogante ou de xerife. O compliance precisa ser diplomático.

Resiliência

O compliance tem que ter a capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos e resistir à pressão sem desanimar.

Integridade

Como o compliance é o responsável pelo desenvolvimento da cultura de cumprimento de normas, é importante entender, que o sucesso da empresa depende da integridade do profissional. Afinal, para garantir o comprometimento da equipe é preciso antes dar o exemplo.

Visão estratégica

É preciso ter a habilidade de enxergar o cenário como um todo para depois definir metas menores. Deve considerar os 9 pilares do programa de compliance como uma grande engrenagem, que não funciona se algo estiver faltando. Deve estar atento ao processo como um todo, desde a implementação, durante o desenvolvimento e a gestão do programa.

Conhecimento da empresa

Um bom profissional deve conhecer a própria empresa como a palma de sua mão e também o mercado no qual está inserida. Deve conhecer todos os produtos, o comportamento do mercado e sua regulamentação.

Domínio da cultura organizacional

É necessário conhecer profundamente a cultura da empresa, entender o valores que regem a corporação, o comportamento dos colaboradores, como eles se sentem, o que os motiva, saber qual a vontade de arriscar da empresa, a preocupação com qualidade de vida da equipe. É preciso dominar todas as regras, as escritas e as não escritas.

Com todas essas habilidades, o profissional consegue mapear todos os possíveis problemas e crises que um dia possam surgir e propor medidas preventivas. É essencial mostrar aos líderes da empresa a importância de cumprir as leis e os regulamentos a fim de obter todo o apoio da alta administração.