INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão e gerenciamento de crises.

| Por:

Prevenção de Crise: 5 dicas para elaborar um manual de conduta eficaz

O manual de conduta é um dos pilares do programa de compliance. Seu objetivo é tornar conhecida a postura da empresa diante de qualquer ocasião, além de servir como guia para os funcionários praticarem atitudes éticas e legais dentro de suas atividades.

| Por:

Entenda a importância do plano de crise e o envolvimento do público interno

Uma crise pode ser causada por catástrofes, mudanças no cenário econômico, má administração, mal-posicionamento nas redes sociais, entre tantos outros fatores. O que é certo é toda crise traz prejuízos, perdas financeiras, impactam a imagem e também geram conflitos internos. Como lidar?

| Por:

Programa de Integridade: o que todo compliance deve saber

Entenda o que o Programa de Integridade exigido pela Lei Anticorrupção e como ele altera a rotina e a política administrativa da organização. É papel do compliance implementar as novas regras e garantir que sejam inseridas na cultura organizacional.

| Por:

Colaboradores nas Redes Sociais: perigos e riscos para a organização

A popularização da internet mudou a forma como as pessoas interagem e se relacionam. O acesso às redes sociais levou a expressão de ideias e opiniões a outro patamar. Você sabe até que ponto isso pode impactar a imagem de uma empresa? Até que ponto a organização pode intervir?

| Por:

5 livros de gestão de crise que todo gestor de marketing deve conhecer

Há muito conteúdo sobre riscos, gestão de crise e gerenciamento de crise na internet e nas livrarias. Nós levantamos cinco títulos que são essenciais para quem busca informações relevantes e mais aprofundadas sobre o tema.

| Por:

Compliance – por que é importante ter um programa estruturado dentro das questões atuais e internacionais

O tempo todo pessoas convivem com riscos, seja o risco de se atrasar e perder um voo ou a possibilidade de sofrer um acidente de carro. Inconscientemente, criam mecanismos preventivos como programar o despertador ou fazer a revisão do carro, utilizar acessórios de segurança e obedecer as leis de trânsito. Com as organizações não é diferente, os riscos estão à espreita e é preciso elaborar um programa de prevenção eficaz.