INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão e gerenciamento de crises.

| Por:

Comitê de Crise: Qual a importância para a sua empresa e como montar o seu

Com tudo que vem ocorrendo no mundo, muitas empresas viram a necessidade de repensar processos e se planejar com mais antecedência. Formar um comitê destinado ao gerenciamento de crises é parte crucial dessa estratégia.

| Por:

E se sua empresa for considerada preconceituosa nas redes sociais? O que fazer?

A "cultura do cancelamento" é o novo tribunal das redes sociais: se uma marca ou uma pessoa famosa age de forma questionável em segundos a atitude já está sendo discutida. É importante investir em cuidados de prevenção e gerenciamento de crise para não se tornar o cancelado da vez.

| Por:

Como criar uma Gestão de Crise no meio da crise

Situações de crise, como a que o mundo está vivendo com o novo Coronavírus, nos lembram da importância da prevenção, e contar com uma boa gestão de crise pode fazer a diferença em um momento chave para a sua empresa.

| Por:

Gestão de Crise X Gestão de Riscos: Quais as diferenças?

Apesar de serem estratégias que se completam e que podem ser pensadas juntas, as gestões de risco e crise não são a mesma coisa; entender suas etapas e diferenças é fundamental para a saúde do seu negócio.

| Por:

Por que é tão difícil imaginar e se preparar para um desastre?

O ser humano é influenciado por uma variedade de fatores, como a experiência passada e o status econômico. Quando se trata de enfrentar os riscos de catástrofes em larga escala - seja a ameaça de guerra nuclear, um ataque terrorista, um furacão ou um incêndio - muitas pessoas têm dificuldade em imaginar (e de se preparar para) os piores cenários.

| Por:

Qual a conexão entre Gestão de Riscos e Gestão de Crises?

Não faz sentido tratar risco e crise de forma separada, pois a sinergia entre ambos é muito grande e qualquer sobreposição significa diretamente esforço e dinheiro desperdiçados. Costumamos dizer que o risco que tende a se transformar em um gatilho de crise é aquele de baixíssima probabilidade (improvável) e de elevadíssimo impacto. A resposta mais comum para tratar esses riscos é investir em um plano, pois, muitas vezes, a improbabilidade não justifica o investimento no plano de mitigação. Quer saber mais sobre isso? Leia o post de hoje!